Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Bombástico

Esta manhã fiz a mais fantástica travessia do Tejo da minha vida…

 

As águas do rio estavam calmas, o silêncio que se atravessava era apenas interrompido pelo ruído do motor…

 

No lado nascente o céu vestia-se de tons alaranjados, à medida que o Sol ia surgindo envergonhado, atrás das nuvens e de uma espécie de neblina resultante da chuva que começava a cair lá ao longe. O lado poente estava mais triste, pintado com tons carregados, denunciando o mau tempo que estava a caminho.

 

Quem vem acompanhando aqui o estaminé, já sabe do meu fascínio por este fenómeno. E foi sentando numa espécie de bancada central na zona exterior do cacilheiro que o pude apreciar… 

 

Era perante este cenário simbiótico de luz e escuridão que os raios que nasciam no céu, se rasgavam num movimento que culminava com a libertação de toda a sua energia em destino incerto, no mar, em terra…

 

Dava para apreciar e perceber cada aresta de todas aquelas linhas de energia desgovernada. Os clarões surgiam de todos os lados. A minha atenção focou-se na margem sul do Tejo, à medida que a Lisboa nos abraçava.

 

Em terra, a iluminação cedia, apagando-se a cada descarga mais violenta. Resistia e voltava a acender-se segundo mais tarde… mas sem sucesso!

 

No mar prateado e com a vista perdida no horizonte cinzento, a sensação era a de que estávamos a olhar um vidro rachado de cima a baixo!

 

Sem esperar, assisti a algo que me cortou a respiração… um dos relâmpagos que aterrou em pleno rio, terminou com uma espécie de explosão! Foi assim uma coisa…

 

Seguiram-se mais e mais relâmpagos, os trovões cada vez menos espaçados e mais ruidosos…

 

Foi o momento alto do meu dia, infelizmente sem máquina fotográfica. Ficam aqui estas simples palavras incapazes de transmitir esta viagem, mas que de alguma modo servem para mais tarde eu recordar…
 

sinto-me: Eléctrico
publicado por Arroto Azul às 11:40
link do post | favorito
De conchinha a 11 de Setembro de 2009 às 19:52
Deve ter sido um bocadinho arrepiante (digo que que não gosto de trovoadaImage), mas ao mesmo tempo deve ter sido mesmo um imagem linda.

Bjs
De Arroto Azul a 13 de Setembro de 2009 às 19:05
Foi um "quadro" espectacular...

Mas se não gostas ainda bem que não viste Image Assim pela descrição é capaz de ser melhor!

Bom resto de Domingo!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Mais sobre mim

.pesquisar

 

.Arrotos recentes

. As leituras de Arroto Azu...

. A TODOS...

. Curso de Formação Inicial...

. Vende-se!

. Parabéns (atrasados)!

. Tens Muito Que Aprender

. Momentos

. 22 de Março - Dia Mundial...

. Pára Tudo!

. Actores Brilhantes?

.Arquivos

.Arrotos Amigos

A Mona Lisa Tinha Gases

Algures no Ribatejo

A Vidinha de Uma Gaja

Diário da Ni

Diários de Bordo

Caroxinha Perdida

Cheirinho a Alfazema

DragonGirl

Grupo Flamingo

Gatafunhos

Ideias Nulas

Mar e Areia

Palpites e Tal

Ritmos Presos

Salpicos de Luz

Suspeitas

Simplesmente Meu...

Tem Dias

The Puzzle of My Life

Teia d'Aranha

blogs SAPO

.subscrever feeds