Quinta-feira, 14 de Setembro de 2006

Gastronomia, by Arroto Azul

Ora bem, decidi abrir uma nova rubrica neste nosso blog. O espaço gastronómico.

O porquê deste espaço??

Bem, afinal de contas é depois de uma bela refeição que se dão os melhores arrotos!

Esta será a minha primeira sugestão e provavelmente a última. Por isso mesmo, podem ficar contentes por ter dado início a esta nova rubrica no nosso blog e podem começar já a chorar por ela ter acabado. Mas lembrem-se, de hoje a um ano, por esta altura teremos festa a dobrar. Fará um ano que surgiu esta rubrica e… ao mesmo tempo acabou!

A televisão terá liberdade total para fazer toda a cobertura do acontecimento e passar em repetição durante dois ou três dias as imagens de inauguração. E para o ano já com uma faixa negra num dos cantos do ecrã, recordando as minhas fantásticas sugestões gastronómicas e ao mesmo tempo mostrando a tristeza de todos quanto me acompanharam ao longo desta única sugestão gastronómica. No entanto, para o ano a cobertura será feita durante mais um ou dois dias e será exibido um documentário sobre o que levou ao término deste espaço.

Portanto, a minha sugestão para hoje é piri piri.

Pode ser moído, ou líquido resultante de uma qualquer mezinha caseira. Há ainda os mais sofisticados, que vêm numa bisnaguinha, que parece pasta de dentes! Resta saber se sabem a flúor com extractos naturais de camomila, hortelã, mirra e salva (esta pasta de dentes deve estar registada no nome de Gaspar… aquele que seguiu uma estrela e deu a tal ervinha aromática a um puto! Ainda bem que eles não encontraram o caminho até à maternidade Alfredo da Costa, quando eu nasci. Se não, teria de fazer aquele sorriso amarelo e dizer ao Gaspar e aos amigos que tinha gostado muito. Não é por nada, mas mentir é feio. A não ser que servissem para aromatizar o meu rabinho de bebé depois das primeiras “buzeiradas”. AAAAAHH!! Então se calhar foi por isso que ofereceu ao pequeno Jesus. Também, com um burro e uma vaca ali de volta o cheiro ambiente não devia ser dos melhores).

Piri piri não é? Muito bem. Portanto, pode acompanhar qualquer tipo de comida, até mesmo o peixe cozido com brócolos! Mas eu sugiro mesmo é o piri piri dos restaurantes chineses. O procedimento a seguir é: Pedir uma sopinha de barbatana de tubarão ou ninho de andorinha. Quando esta chegar certificarem-se que não tem qualquer sabor e não se pode comer de imediato, já que vos será servida a ferver. Pois bem, o facto de não ter qualquer sabor implica despejar piri piri até a sopinha ficar totalmente corada. Quando isso acontecer, é sinal de que podemos começar a dar as primeiras colheradas na sopa, apesar do cuidado a ter para não queimar a língua. Verão que ás tantas nem vão reparar que a sopa estava quente… nem isso nem o sabor de tudo o resto que comerem a seguir, logo é uma boa oportunidade para pedirem qualquer coisa que contenha agridoce. Esta é também uma boa forma de queimar calorias. Alerto-vos desde já para comprarem várias embalagens de lenços de papel, pois é suadouro garantido durante duas horas sem interregno.

Já sinto saudades das minhas sugestões...
publicado por Arroto Azul às 16:54
link do post | Arrotar | favorito

.Mais sobre mim

.pesquisar

 

.Arrotos recentes

. As leituras de Arroto Azu...

. A TODOS...

. Curso de Formação Inicial...

. Vende-se!

. Parabéns (atrasados)!

. Tens Muito Que Aprender

. Momentos

. 22 de Março - Dia Mundial...

. Pára Tudo!

. Actores Brilhantes?

.Arquivos

.Arrotos Amigos

A Mona Lisa Tinha Gases

Algures no Ribatejo

A Vidinha de Uma Gaja

Diário da Ni

Diários de Bordo

Caroxinha Perdida

Cheirinho a Alfazema

DragonGirl

Grupo Flamingo

Gatafunhos

Ideias Nulas

Mar e Areia

Palpites e Tal

Ritmos Presos

Salpicos de Luz

Suspeitas

Simplesmente Meu...

Tem Dias

The Puzzle of My Life

Teia d'Aranha

blogs SAPO

.subscrever feeds